O INÍCIO DA INCLUSÃO:

"PINGUINHO DE GENTE"

"...Muitas pessoas foram essenciais, se deixaram ser conduzidas por Deus para me dar toques que iriam ajudá-lo a ser quem ele é agora. Não posso esquecer da diretora do Pingüinho de Gente –Maria Lúcia e sua professora Raquel, que não mediram esforços para oferecer ao Aristides tudo que precisava".

                                                                                            Lúcia Donzelis Vianna
                                                                                                                    Mãe do Aristides

 

                                                                                                                               

 

... OU ASSISTA NO YOUTUBE

Ao fundar a Escola Pinguinho de Gente em 1973, tive como meta o atendimento às crianças portadoras de necessidades especiais. E no decorrer de todos esses anos foram muitos os alunos que recebemos, cada um com suas necessidades, mas trazendo consigo a alegria, o sorriso, a vontade de aprender.
        Abrimos as portas da Escola para eles, e seus pais mas antes nosso coração já estava aberto para acolhe-los e tudo fazermos para propiciar-lhes um ambiente sadio, onde se sentissem felizes e amados.
        Lembro com saudades de Aristides, sempre alegre, entusiasmado, demonstrando que apesar de s/ limitações conseguia realizar o que queria.
        Acompanhei sua trajetória sei que cursou Faculdade e é um “expert”” em computador. Vivas ao Aristides! Você é vitorioso.
        Parabéns aos seus pais que sempre o incentivaram, a sua tia que sempre o acompanhou. Que Deus os abençoe.
        E nós do Pinguinho de Gente continuamos, levando adiante o compromisso assumido a 34 anos,agradecendo ao Pai por nos ter dado a oportunidade de nos tornamos mais humanos, mais acolhedores, sem preconceitos na convivência com crianças que nos ensinam a cada momento.

Maria Lúcia de Castro Mayrink
Diretora da Escola Pinguinho de Gente
 
VOLTAR