..

Depoimento Lúcia Donzelis Vianna

ARISTIDES, nome iluminado por Deus. Quando o Aristides estava na minha barriga e as dificuldades da gestação estavam presentes, no íntimo do meu ser sempre me fazia esta pergunta: será que você está preparada para receber um filho com dificuldades especiais? Sempre eu respondia que a vontade de Deus deveria estar sempre presente na minha vida ou na nossa família. O Aristides, durante a gestação, recebeu o amor de nós, seus pais. Quando constatadas suas dificuldades, não foi possível pensar se era bom ou ruim. O importante naquele momento era procurar algo que pudesse recompensar a falta de coordenação e não tive nenhum momento de desânimo. Procurei recurso, sabia que estava correndo contra o tempo e precisava proporcionar-lhe tudo que humanamente fosse necessário. Tivemos muitas barreiras que conquistar, como: a falta de uma escola apropriada, pois ele não tinha dificuldades cognitivas. Algumas diretoras disseram “Não” para mim, e sempre comecei do zero. Muitas pessoas foram essenciais, se deixaram ser conduzidas por Deus para me dar toques que iriam ajudá-lo a ser quem ele é agora. Não posso esquecer da diretora do Pingüinho de Gente –Maria Lúcia e sua professora Raquel, que não mediram esforços para oferecer ao Aristides tudo que precisava. Depois, na escola regular do nosso bairro, o anjo importante foi Maria Edméia e, logo em seguida, a diretora do CCEM Miralda e seus funcionários, e, mais adiante, na Faculdade a diretora Irmã Cristina. Veja se não foram anjos na nossa vida.

Nunca poderei dizer que Deus não existe. Para o êxito de tudo isso, encontrei um padre sensível, Padre Marino, onde conseguimos um computador da Holanda; aqui no Brasil não consegui. Hoje Aristides, como seus irmãos, são as pedras preciosas que Deus nos deu. Somos uma família como tantas outras. Temos nossas dificuldades, mas, com certeza, temos muito mais vitórias para comemorar. E, no meio de tudo isso, ainda tivemos a graça de agradecer a Deus por tudo isso adotando um filho, Rafael, nome de anjo. Se você que não leu o livro de Tobias, na Bíblia, não perca tempo e verá a história se repetindo. Obrigada equipe de trabalho, na pessoa de Fernando, que me proporcionou esse depoimento, para que pessoas possam, através deste depoimento, seguir em frente. “Tudo vale a pena se a alma não é pequena”.

   Depoimento Adriana Andrade

 

VOLTAR